Daieny Schuttz

De WikiFur em Português

Daieny Schuttz (23 de setembro de 1993) é artista e fursuiter do Brasil, residente no Espírito Santo. Seu fursona principal é o gato Kyoki. Possui um canal no YouTube que, até agosto de 2020, contava com 4 mil inscritos. Fundou o Xawa, grupo de furries do Espírito Santo, e o grupo Criar, Compartilhar e Cuidar de Fursuits, no Facebook.

Como artista, faz trabalhos de ilustração, criação de personagens, histórias em quadrinhos e design. Sua arte, feita em vetor, tem características kawaii e chibi, por vezes com elementos kowai (de terror). Seus trabalhos ilustram os produtos de papelaria do Atelier Cafuné.

Fursonas[editar]

Fursuit de Kyoki.
Fursuit de Aoki Mizuki.

Até agosto de 2020, Daieny possuía quatro fursuits (Kyoki, Aoki Mizuki, Henshoku e Sansei) e uma fursona sem fursuit (Yasashi). Todos os nomes têm inspiração na língua japonesa.

Kyoki[editar]

Kyoki no Neko (em japonês, 狂気の猫 Kyōki no Neko — literalmente, "Gato da Loucura") ou simplesmente Kyoki é um gato preto com detalhes magenta e uma cicatriz no olho direito. É a principal fursona de Daieny, criada em 2016. Segundo Daieny, o nome faz referência à sensação por gostar ao mesmo tempo de coisas fofas e dark.[1] A fursuit foi feita por Raquel Loal (cabeça, cauda e pés) e foi recebida por Daieny em janeiro de 2017. Kyoki é de gênero neutro e faz aniversário em 19 de janeiro.

A comida preferida de Kyoki é a pitaya, fruta que tem a cor magenta, assim como a fursona. Em 2020, Daieny começou uma coleção de dezenas de diferentes itens tendo pitayas como tema, tais como pelúcias, chapéus e porta-copos, e os usa em fotos ao usar a fursuit de Kyoki.

Aoki Mizuki[editar]

Aoki Mizuki (em japonês, 青木水季) é uma fursona no estilo kemono adotada de Haiiro Asato por Daieny. Segundo Asato, que criou Aoki em 3 de junho de 2017, "ela é uma criatura mística inspirada em lobo, gato e súcubo".[2] A fursuit foi feita por Asato por meio do Kemono Team Brasil e recebida por Daieny em novembro de 2018.

Fursuit de Henshoku.
Fursuit de Sansei-sensei.

Henshoku[editar]

Henshoku (em japonês, 変色 — literalmente, "Descoloração") é um panda-vermelho nas cores preta e branca. A fursuit foi feita por Amanda Barroso e recebida por Daieny em julho de 2018.

Sansei[editar]

Sansei-sensei (em japonês, 酸性先生 — literalmente, "Professor Ácido") ou simplesmente Sansei é um unicórnio preto com detalhes amarelos e brancos. A fursuit foi feita por Litch e recebida por Daieny em maio de 2019.

Yasashi[editar]

Yasashi (em japonês, ヤサシ) é um cão da raça Corgi de cor turquesa. O nome vem no japonês 優しい yasashii ("gentil"). Foi criado em 6 de agosto de 2020.

Model sheet de Yasashi.

Janguru Furenzu[editar]

Capa da história em quadrinhos Janguru Furenzu – Inu.

Janguru Furenzu (em japonês, ジャングル・フレンズ — do inglês jungle friends, literalmente "amigos da selva") são um grupo de personagens criados por Daieny Schuttz. Seus personagens principais são o gato-maracajá Miu, a maitaca-de-barriga-azul Kia e o quati Oui. São os protagonistas da história em quadrinhos Janguru Furenzu – Inu, publicada em 2017, na qual os animais se comunicam apenas com onomatopeias.[3]

Em 17 de janeiro de 2019, por uma coincidência de nome, a capa de Janguru Furenzu – Inu foi exibida num vídeo do youtuber Felipe Neto como parte de sua "caçada virtual" ao fictício animal australiano janguru. No vídeo, a obra de Daieny Schuttz é creditada como um animê criado por uma empresa japonesa. Em janeiro de 2020, Felipe Neto publicou um comentário no vídeo dando o crédito correto a Daieny.[4]

Histórias em quadrinhos[editar]

Desde 2015, Daieny Schuttz produz histórias em quadrinhos entre tiras e revistas. Até 2019, oito obras haviam sido publicadas.

Título Ano Formato
Chatty 2015-2018 tiras
Lifeless 2016 revista
Pupu 2016 tiras
Shinibani 2016 revista
Kiwotsukete 2017 revista
Janguru Furenzu – Inu 2017 revista
Cutie Amealot – Oooiii 2019 revista
Casca de Noz 2019 revista

Referências[editar]

  1. Sobre o Kyoki no Neko. YouTube, 1º de setembro de 2017.
  2. [1]
  3. Janguru Furenzu. Daieny Schuttz. Acesso em 7 de agosto de 2020.
  4. O JANGURU FOI ENCONTRADO!. YouTube, 17 de janeiro de 2019.

Links externos[editar]