Babyfur

De WikiFur em Português
(Redireccionado de Sissyfur)

Babyfur é um furry que prefere interpretar personagens mais jovens ("filhotes"). Suas fursonas normalmente têm idades que correspondem à infância humana, sendo este o grande diferencial entre os babyfurs e outros furries.

Cheese Cube, personagem do "Incontinent Student Bodies"

Mentalidade e fursonas[editar]

Grande parte dos babyfurs também é AB/DL (adult baby/diaper lover). Para muitos, infantilismo é uma parafilia, para outros um fetiche menor. Contudo, infantilismo não deve ser confundido com pedofilia, pois sua prática não envolve desejar uma criança. A interpretação de papéis (roleplaying) babyfurs normalmente envolve objetos da primeira infância, como chupetas, pijamas e, principalmente, fraldas. Não é necessário o uso desses objetos, mas eles são muito comuns. A interpretação de papel de uma fursona pessoal muito jovem é conhecida como "cubbing out". O termo normalmente abrange todas as formas de "regressão" à idade do personagem desde que seja um personagem furry, mas é mais usado em regressões na vida real (IRL, in real life). O termo pode se estender aos jogos de interpretação on-line (online RPing). A arte babyfur é caracterizada por animais antropomórficos em estado infantil, normalmente usando fraldas, podendo se estender à idades maiores abaixo da adolescência. Se o personagem tem menos de seis anos de idade humana, ele pode ainda ser chamado de babyfur. Acima de cinco anos e abaixo da adolescência, o personagem é considerado um littlefur que, muitas vezes, é considerado algo fora da esfera babyfur. Se um personagem furry permanece em fraldas mesmo após a infância, o presonagem é considerado diaperfur.

Socialização[editar]

Típico filhote híbrido, desenhado por yure16.

Muitos babyfurs são reclusos, mas outros seguem um caminho exatamente contrário, tentando mostrar que babyfur não é uma coisa ruim. A razão da reclusão do primeiro grupo é o medo, pois babyfurs são algumas vezes marginalizados por outros furries. O segundo grupo tenta defender a arte babyfur (desenhos e histórias) e conseguir aceitação. Muitos fatos geraram o "estigma" social dos babyfurs, como o ocorrido envolvendo a Softpaw Magazine. Contudo, lugares como The Nursery e a C'ubHouse, onde babyfurs se reúnem e interagem com outros do fandom, indica um crescimento na aceitação. Muitos apontam para comportamentos ofensivos manifestados por babyfurs em convenções. A resposta veio com o Babyfurs Public Behavior Guidelines (guia de comportamento público para babyfurs). O fato de muitos babyfurs novatos terem se comportado mal nos últimos anos levou à um crescimento da inaceitação. Contudo, a maioria dos babyfurs e não babyfurs convivem em relativa harmonia, uma vez que a maioria dos babyfurs não pratica os comportamentos extremos praticados no passado pelos novatos (vestir fraldas em público e sem qualquer preparo higiênco, além de "forçar" pessoas não interessadas a participar das interpretações de papel).

Relação com parafilia e fetiches[editar]

Muitos babyfurs dizem que suas interpretações de papel não envolvem temas sexuais, tendo como principal objetivo "voltar a ser criança". Como normalmente são adultos que estão no papel de filhotes antropomórficos, babyfur pode ser confundido com pedofilia, uma vez que há furries que mostram certa atração sexual por animais antropomórficos. Mas, na verdade, é muito raro que a interpretação de papel dos babyfurs seja explicitamente sexual. Muitas comunidades babyfurs banem os que praticam a interpretação de papel com temática sexual. Mas há quem faça e há considerações a respeito.

Artistas[editar]

Como todo o resto do furry fandom, a esfera babyfur é feita de artistas e admiradores. Eis alguns artistas notáveis:

  • Marci McAdam. Possivelmente a desenhista mais famosa na esfera babyfur, ela não se considera exatamente uma babyfur. Contudo, por causa de seu talento e mente aberta, ela desenha para este pessoal. Há quem diga que uma pessoa não é babyfur "oficialmente" sem ter comprado dela um crachá (badge), o que é obviamente uma brincadeira feita por fãs. Alguns de seus desenhos babyfurs podem ser comprados no site Kari's Playground. Suas outras imagens não relacionadas a babyfurs podem ser encontradas no site Marci McAdam's Furries.
  • Jade Fox. Seus desenhos baseiam-se em seu próprio personagem e em outros personagens babyfurs. Seus desenhos são cheios de imaginação e detalhes, especialmente nas roupas, sempre mantendo-se fiel aos temas da infância.
  • Tavi Munk. Sua arte mistura arte digital e tradicional, usando cores quentes e brilhantes e temas da primeira infância, como ações e expressões inocentes. Sua fursona é um esquilo (chipmunk) dourado com listras amarelas em seu pêlo, como as de um tigre. Sua especialidade são desenhos, insígnias e design.
  • CS Fox. Possivelmente o escritor mais bem conhecido no famdom babyfur, CS Fox tem seu site, o Fox Tales Times, onde publica suas histórias e deixa que novos escritores babyfurs publiquem as suas criações.

Afiliações[editar]

Babyfurs não são um grupo unificado; eles se ramificam. Também babyfurs são aparentados com outros grupos de furry.

Sissyfurs.

Sissyfur é um babyfur "sissyficado". "Sissyficação" ou sissyfication é o ato e transformar um babyfur num "sissy". Sissy, termo enraizado no infantilismo, refere-se a um menino que, normalmente por punição, veste-se como uma menina. Assim, sissyfurs são babyfurs machos que vestem-se como fêmeas, alguns porque gostam ou se acostumaram com a punição que receberam dos pais, outros contra a própria vontade. É possível que uma fêmea seja sissy, tanto no infantilismo, quanto no furry fandom. As meninas sissies vestem-se de forma exageradamente feminina, com ênfase no rosa e nos adereços. Também pode ser uma punição para meninas com emoções de menino. Personagens sissyfurs são, normalmente, submissos. Vestem rosa, saias e, não raro, fitas. Ainda podem agir normalmente com outros babyfurs, mas são normalmente tímidos e temem zombarias.

Diaperfurs

Diaperfur é um furry ou personagem furry que usa fraldas por algum motivo. Os diaperfurs são animais antropormóficos que usam fraldas, variando muito em espécie e idade. A maioria usa fraldas por causa de um fetiche, o que torna tal grupo uma escolha para furries mais maduros, embora isso não seja regra. Outros, no caso de personagens, usam fraldas devido à incontinência ou uma maldição e acabam se acostumando futuramente.

Littlefur

Littlefur é um furry que prefere estar no papel de filhotes na segunda infância, se diferenciando dos babyfurs clássicos por terem (ou serem) personagens ligeiramente mais velhos. Littlefurs têm fursonas que se assemelham à crianças, entre seis ou cinco anos até doze ou treze anos de idade. Naturalmente, agem como tal mesmo que só em certos aspectos.

Links externos[editar]