Fandom

De WikiFur em Português

Fandom furry, também conhecido como furry fandom, furrydom, furfandom ou fur fandom baseia-se na palavra "Fandom" que não tem tradução do inglês, mas significa de acordo com o dicionário, o conjunto de fãs de um esporte, atividade ou pessoa famosa.

O termo Furry Fandom é usado nesse caso para referir a comunidade de Artistas, Escritores, jogadores de RPG e outros tipos de fãs da arte ou modo de ser furry.

Os membros do furry fandom, chamados de furry fans, furries ou furs em particular gostam de apreciar o tipo de arte com personagens antropomorficos que no caso, possuem caracteristicas e personalidade de animais e humanos juntas. Exemplos de antropomorfismo podem ser atribuidos ao fato de personagens ferais ou não, terem ingeligência humana, expressões faciais, habilidade de falar e andar em duas pernas, por exemplo. Obviamente a adoração de seres antropomorficos não é o único fator para considerar uma pessoa hábil a ser do furry fandom, mas sim apenas um exemplo do que se encaixaria.

Em poucas palavras, uma pessoa que é furry é considerada um membro do furry fandom, mas um personagem inventado não, exceto se é o seu avatar. Vide o artigo Furry para mais detalhes.

História[editar]

No início dos tempos o Furry Fandom era sinônimo de convenções de ficção, fantasia e quadrinhos antes das festas furry explodirem em uma nova subcultura, chamada Furry Convention (ou convenção furry) nos Estados Unidos da América. Os primeiros vestígios para cunhar o termo furry a personagens com características antropomórficas surgiu em meados de 1980[1], quando um desenho de um personagem de Albedo (feito por Steve Gallacci) iniciando a discução de seres antropomórficos presentes em séries, filmes e quadrinhos em vários lugares da internet como forums e grupos de discussão.

Como a internet é o meio mais acessível devido a distância geográfica entre os furries, ela foi o ovo onde nasceu o termo furry e permanece até hoje com grandes comunidades onde as pessoas compartilham artes e textos que desde então, cresce em uma velocidade surpreendente.

Mundos virtuais como o MUCK foram os locais mais populares, no exterior, para os furries se encontrarem e se comunicarem. Um dos mais antigos e grandes MUCKs existentes foi o FurryMUCK. Atualmente o mundo virtual que mais atrai furries é o Second Life.

No início dos anos 80 o termo furry cresceu amplamente como uma explosão como nunca se tinha visto desde 1930. Personagens furry entraram em desenhos animados e popularam as lojas de brinquedos, mas os adultos também ganharam muitas novidades: Tom & Jerry ou Pica-pau são considerados personagens furry e certamente agradam muitos adultos.

A comunidade Furry[editar]

A comunidade furry, referida por eles mesmos como furry fandom ou apenas fandom, é um universo virtual habitado por aqueles que se consideram "Furries".

Mas há discussões acerca do fundamental signficado de "Furry Fandom", muitos furrys consideram o fandom muito mais que apenas um universo de pessoas que são fãs de personagens furry, e sim, englobal elementos como religião, estilo de vida e filosofia. Tão insistentes foram nesse termo que a Wikipedia reclassificou o Furry Fandom como sendo uma subcultura, uma vitória para eles.

Estilo de vida Furry[editar]

É bem aceito entre os furries, pessoas que sentem mais do que um simples apego a um personagem de desenho animado. Essas pessoas sentem-se identificadas com um ou mais animais específicos.

Isso é mais relacionado ao aspecto humano versus natureza. Muitas pessoas sentem uma afinidade com um certo tipo de animal e levam isso ao lado espiritual como o Xamanismo, tentando encontrar-se com o seu eu animal entrando assim em contato com sua natureza obscurecida pela razão.

Mas para quem não quer ir tão a fundo, elas ficam apenas com seu sentimento de afinidade do seu animal guia, sentindo-se confortável em tê-lo perto.

Criatividade[editar]

Pelo motivo do termo furry ser muito considerado pela publicidade um termo infantil ou aqui no Brasil que é associado a uma manifestação otaku (adoradores de desenhos japoneses) ou as vezes até considerada a mesma coisa, foram feitos muitos eventos com a temática furry destinados apenas a adultos, gerando muito material inteligênte e criativo. Eventos como Anthrocon, Feral ou FurConfusion no exterior e eventos como o Abando aqui no Brasil aceitam somente maiores de 18 anos pelo simples fato de exigir uma estatura mental adulta para entender o propósito deles.

Uma das manifestações mais criativas são o uso de fursuits (fantasias de personagens furry), obras de arte em tela e papel, animações flash entre outros.

Sociedade[editar]

Muitos juntam-se a comunidade furry simplesmente por causa do ambiente de liberdade que ele proporciona. Como qualquer outra, a comunidade furry incentiva a amizade e companherismo entre membros e prega o não preconceito entre raças e opções.

Por esse motivo, muitas pessoas com problemas sociais ingressam na comunidade furry em busca de uma aceitação, por exemplo, ter sua opção sexual aceita entre os membros pois até então era escondida da sociedade. A comunidade furry prega pela aceitação e tolerência, por isso ouve-se falar muito de pessoas com opções sexuais diferentes no furry fandom, mas não que o furry fandom seja apenas composto por pessoas assim.

Fetiches[editar]

O furry fandom acaba atraíndo consequentemente pessoas com fetiches relacionados a animais, e encontram no furry fandom um lugar para se expressar justamente por não ser condenado a ferro e fogo como acontece na sociedade.

É importante ressaltar que o número de casos de fetiche desse tipo na comunidade tem uma porcentagem extremamente baixa, contudo fica muito relevante na internet pela sua procura global.

Referências[editar]

  1. Yarf Chronology Of Furry Fandom - Fred Patten, em inglês

Veja mais[editar]

Puzzlepiece32.png Esse artigo é muito curto! Ajude a expandir esse rascunho.